FORMAÇÃO E-LEARNING

Porquê a formação e-learning?

“Com o e-learning é possível aprender mais, aprender mais depressa e aprender melhor.”

O e-learning pode ser caracterizado como um sistema de formação profissional à distância, que utiliza a internet enquanto meio facilitador de participação num evento de aprendizagem, o que permite flexibilidade absoluta no tempo, lugar e ritmo de aprendizagem.
É um tipo de aprendizagem na qual a informação e o material de estudo se encontram disponíveis na internet. Para aceder a esse material é apenas necessário um computador (ou outro equipamento com funções similares, por exemplo, um PDA), ligação à internet e software de navegação na Web.

Vantagens do e-learning:

“Em qualquer lugar, a qualquer hora, para qualquer pessoa”

Segundo Cação & Dias, as vantagens que o e-learning oferece aos seus utilizadores são as seguintes:

“Acesso just-in-time a toda a informação.”

O e-learning permite que o formando possa aceder ao conteúdo dos cursos, onde quer que ele se encontre, seja onde for.
No e-learning, os conteúdos estão permanentemente disponíveis, podendo o formando aceder aos cursos à hora que lhe for mais conveniente.

“Aprender pela internet é fácil e apelativo.”

Frequentar um curso ou qualquer outra ação de formação através da Internet é algo extraordinariamente simples.
Para entrar no mundo do e-learning basta possuir alguns conhecimentos essenciais de informática (saber usar um computador) e de internet (saber navegar).

“O e-learning é a solução com menores custos.”

Uma das maiores vantagens do recurso ao e-learning é a economia substancial de custos. De acordo com os dados mais recentes, a substituição do formador pela distribuição de conteúdos eletrónicos traduz-se numa economia de custos na ordem dos 50% a 70%.
As empresas são as principais beneficiadas, porque reduzem drasticamente os encargos na deslocação – viagens e alojamento – de profissionais e formadores para ações que levam, por vezes, vários dias.
Com o e-learning os trabalhadores poderão aceder aos conteúdos dos cursos a partir do seu escritório ou num espaço determinado para o efeito, nas instalações da empresa. Desse modo diminui-se substancialmente o número de horas que não estão no local de trabalho, interrompendo as suas funções, e os custos que isso implicaria para a produtividade da empresa.

“O e-learning revela-se, em diversos aspetos, como a opção de formação mais eficaz.”

Um dos fatores mais relevantes, ao nível da eficácia, é a formação personalizada, que possibilita uma melhor aprendizagem dos conteúdos, por parte do formando.
Outro fator que contribui decisivamente para o aumento da eficácia é a autonomia. Com efeito, no e-learning delega-se a responsabilidade no formando, uma vez que é ele quem define o seu próprio ritmo e método de estudo, em função das suas necessidades e disponibilidade.
Finalmente, o ensino é direcionado para o formando, que deixa de ser um participante meramente passivo. É ao formando que passam a caber tarefas tais como, pesquisar informação ou organizar os materiais.

“Estudar em livros que se atualizam a cada momento, onde as lições são enriquecidas sempre que necessário.”

O e-learning utiliza sistemas de gestão de conteúdos que permitem a atualização da informação em qualquer momento, de forma rápida e simples. Desse modo, os materiais de ensino estão permanentemente atualizados, com a informação mais recente e com os conteúdos mais atuais.

Na formação presencial, a formação é conduzida por professores ou formadores que, por vezes, abordam o mesmo tema de uma forma que varia de acordo com cada um desses profissionais.
Com o e-learning esse problema não se coloca, uma vez que a distribuição do material de aprendizagem é feita de forma a assegurar a consistência da informação e a integridade dos conteúdos.
A informação é distribuída com uniformidade, por todos os utilizadores, reduzindo-se assim as hipóteses de interpretações erradas.
Outra garantia de uniformidade é o estabelecimento de regras para o desenvolvimento de conteúdos. Enquanto na formação tradicional não existe, por exemplo, um livro de normas sobre como escrever sebentas, no e-learning, a grande maioria dos projetos inclui um livro de normas sobre como elaborar os conteúdos.

“Quanto maior for a interatividade, maior será a qualidade da aprendizagem.”

Ao contrário daquilo que se possa pensar, o e-learning não se resume a um conjunto de pessoas em frente ao computador, a frequentarem cursos, de forma isolada e sem qualquer contacto com outros formandos.
Na verdade, a formação à distância via Internet proporciona um conjunto de interações entre os formandos, que, por vezes, ultrapassa largamente a interatividade da própria formação presencial.
Por outro lado, ao serem criados grupos de formandos mais pequenos, essa interação vai desenvolver condições para um raciocínio mais crítico do que no chamado ensino presencial.
As plataformas de e-learning usadas incluem ferramentas destinadas a criar um ambiente interativo online, tais como os chats, onde os formandos podem dialogar uns com os outros em tempo real, através de mensagens escritas; os fóruns, onde são publicadas mensagens de formandos e formadores (por exemplo, com questões sobre determinadas matérias dos cursos); os e-mails e as salas de aula virtuais, que incluem vários dispositivos eletrónicos que simulam o ambiente de sala de aula no monitor do PC.
A interatividade dos conteúdos é outro fator que contribui favoravelmente para uma maior eficácia do e-learning. Para isso é fundamental o uso de conteúdos dinâmicos, com recursos multimédia, nomeadamente, animações flash, registos áudio e vídeo e formulários interativos, entre outros.

“A tecnologia tem a capacidade de humanizar o e-learning.”

A interação entre formandos contribui decisivamente para a criação de um espírito de comunidade, que distingue o e-learning das outras modalidades de ensino.
Ao longo da aprendizagem, os formandos criam laços entre eles que resultam do intercâmbio de experiências e troca de conhecimentos.
Este espírito de comunidade valoriza o potencial pedagógico do e-learning, uma vez que a retenção de experiências dos formandos e formadores permite o enriquecimento progressivo dos cursos e de toda a aprendizagem.

“A formação online é menos intimidadora do que cursos presenciais.”

Os formandos, que participam num curso online, encontram um “ambiente” isento de exposição e de risco, onde podem experimentar coisas novas e cometer erros sem o estigma da vergonha e do ridículo que sentiriam entre os pares.
Esta característica é particularmente importante quando se tenta aprender capacidades, tais como liderança e tomadas de decisão.

0
A connectar
Aguarde...
Enviar mensagem

Lamentamos, mas não estamos online no momento. Deixe uma mensagem.

Nome
* E-mail
* Mensagem
Entar

Precisa de mais ajuda? Inicie já o chat.

Nome
* E-mail
* Mensagem
Estamos online!
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?
Scroll Up